O perfil do empreendedor no Vale do Silício

O espírito empreendedor do Vale do Silício existe desde seus primórdios. A região era explorada em busca de ouro, mas não havia garantias a respeito do lucro: ir até lá nessa jornada significava assumir riscos. E assim até hoje, se constrói a verdadeira essência do maior polo de tecnologia do mundo, que abriga muitas startups e empreendedores de vários países.

É importante reforçar que o local não se baseia em diversão, mas em trabalho duro. Não existe dress coding, regras ou horários, mas é fundamental se dedicar e transformar um objetivo em realidade. Casos de fracasso acontecem, é claro, mas quem alcança o sucesso consegue mudar vidas. A sua, a de seus parceiros e colegas e a de milhões de usuários que se beneficiam de sua invenção.

Mas, para isso, o perfil do empreendedor do Vale do Silício deve estar alinhado com a proposta do lugar. E aqui estão algumas características que são essenciais em um profissional que decide apostar nesse caminho!

Ser responsável é o primeiro passo

De fato, o ambiente corporativo da maioria das startups e empresas do Vale do Silício é leve e descontraído. Porém, não significa que o perfil do empreendedor deve ser assim sempre. A dedicação e o empenho nessa região são considerados obsessivos. É fundamental ter dedicação ao projeto, além de total comprometimento para que ele saia do papel e seja viabilizado.

Lucro, dinheiro e estabilidade financeira são meras consequências. Esses três fatores, inclusive, podem demorar muito tempo para chegar. Por isso, ter responsabilidade em aceitar e assumir riscos é importante, assim como a resiliência em aguardar esse momento chegar. Empreendedores que abandonam o que começam ou desistem diante de um impasse raramente conseguem se recuperar posteriormente.

Saber se comunicar bem abre muitas portas

Ter contatos é tudo. Transitar entre profissionais e concorrentes e trocar ideias com essas pessoas depende de muita disposição e ânimo, mas oportunidades não faltam. O Vale do Silício é repleto de apresentações, encontros, competições e apresentações de projetos para fomentar essa interação e abrir portas para que os participantes aumentem sua rede de contatos.

Sendo assim, o perfil do empreendedor que quer se aventurar por lá precisa ser comunicativo, receptivo e interativo. Nada de guardar informações só para você. Compartilhe, ajude e assim você encontrará parceiros, colaboradores e também investidores para seu negócio. Essa também é uma excelente forma de fazer com que a sua marca comece a circular e que você encontre pessoas dispostas a testá-la e dar algum feedback.

Ter confiança e agilidade fazem a diferença

Um empreendedor no Vale do Silício precisa confiar em si. Tanto na troca de ideias, quanto nas relações estabelecidas com outros profissionais da região. É isso o que faz com que você se destaque em meio a tantas pessoas que querem e esperam as mesmas coisas, mas que tem medo de se colocar à frente de algo.

Confiar significa também entregar resultados rápidos. Se um teste falhar, descubra rápido qual é o problema. E depois, trabalhe em uma correção mais rápido ainda. A junção dessas duas características faz a diferença na hora de viabilizar um produto e de apresentá-lo para um investidor. Ficar apreensivo apenas atrapalha e distancia um empreendedor de seu grande sonho.

Fazer diferente e inovar

Entenda que o óbvio não tem espaço no Vale do Silício. O perfil de um empreendedor atuante na região envolve o entendimento de que é possível sair da caixa e ir além. Outras formas de fazer algo são totalmente possíveis, devem e podem ser imaginadas e também colocadas para teste. Afinal, não há nada para perder, muito menos tempo, certo?

Esse é um ambiente em que arriscar, ter curiosidade e experimentar são ações essenciais que permitem aprendizados e descobertas e levam a inovação. Insistir em mais do mesmo não adianta e é preciso buscar um diferencial expressivo. Não tenha medo e não considere suas ideias absurdas. Às vezes, é justamente de algo totalmente inesperado que ela precisa para finalmente adquirir uma forma consistente.

Fracassar tem seu mérito

O perfil do empreendedor no Vale do Silício não está completo se em seu currículo não constar um grande fracasso. Todos os empreendedores bem-sucedidos da região lidaram em algum momento com alguma experiência que acarretou em um grande fracasso. Não há espaço para a vergonha de assumir isso, pelo contrário.

Fracassar é visto como um sinal de grande conhecimento e de que o empreendedor aprendeu com seus erros. E que, mais do que isso, está preparado para tentar novamente ao invés de ficar desanimado com o que aconteceu. Falhar, e falhar rápido, é a melhor maneira de expandir a visão para o futuro e encontrar uma nova maneira de tentar empreender e dar certo.

Colaborar também faz parte do perfil do empreendedor no Vale do Silício

Trabalhar por si só pode dar certo para muitas pessoas, em diversas situações. Mas no Vale do Silício, é preciso saber compartilhar, pois é o envolvimento em equipe que leva ideias e startups para frente. Na região, todos acreditam em si e em seu potencial para envolver e gerir pessoas, um talento muito procurado e apreciado atualmente.

Encontrar pessoas que abracem sua ideia e que ajudem ela a acontecer não é fácil. Então, quem consegue realmente unir ideias similares e força de vontade tem muito mais chances de atingir o sucesso. Não é incomum que uma ideia permaneça parada em um estágio, sem qualquer possibilidade de mudança, mas que isso mude rápido com a interferência de alguém que trabalha com você. Acredite no poder da colaboração e com certeza você conseguirá se estabelecer muito bem nesse grande polo tecnológico.

Ser empreendedor é um desafio diário, que aumenta ainda mais no ambiente altamente desenvolvido e intenso do Vale do Silício. Mas com todas essas características agregadas em seu perfil, você pode superá-los e surpreender o mercado.

E você, enxerga em si alguma dessas características do perfil do empreendedor no Vale do Silício? Tem um feeling especial para empreender e inovar? Já teve a oportunidade de conhecer a região e ver de perto como ela funciona? Deixe um comentário abaixo e participe do blog.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *