LAIOB no Festival da Inovação e Tecnologia em São Paulo

Nessa semana, a equipe de Tecnologia e Inovação do LAIOB esteve presente no Festival de Inovação e Cultura Empreendedora realizado pelo Valor Econômico e as revistas Pequenas Empresas & Grandes Negócios e Época Negócios no Unibes Cultural, em São Paulo. Ao longo de três dias de programação, o festival teve quatro pilares de conteúdo como: Educação Empreendedora, Inovação/tecnologia, Corporate Ventures e Agronegócio.

A equipe do LAIOB participou de mais de 10 painéis de discussão de diferentes temas. Um deles trazia fundos de investimentos de Venture Capital (VCs) como a Redpoint Ventures e Astella Investimentos para a discussão sobre como o Brasil tem mudado com o grande surgimento de startups, mas também pela maior estruturação e crescimento dos fundos de VCs. “É muito claro que avançamos em empreendedorismo e inovação. Nos últimos anos, o Brasil bateu recorde na abertura de novas empresas: foram quase 4 milhões de novos CNPJs.”, afirmou Marcello Danelli, Coordenador de Inovação e Tecnologia do LAIOB. “Por outro lado, temos muito espaço para crescer. Enquanto no Vale do Silício tem 75 mil negociações entre startups e VCs por ano, no Brasil temos cerca de 300 negociações.”, acrescenta Danelli.

Outro painel foi para aprender com os alemães, ingleses, israelenses e franceses sobre como tornar um país inovador e com um forte ecossistema empreendedor. Alguns pontos em comum entre todos os países foram: o primeiro é criar um ambiente favorável com normas jurídicas, pouca burocracia e boa infraestrutura para transporte, energia e internet. O segundo é o investimento em uma formação educacional sólida e que converse com a prática e realidade do mercado. Por ultimo, é o incentivo à vinda de estrangeiros para iniciarem negócios ou que queiram trabalhar em startups locais. Segundo Marcello Danelli, muitos países europeus entraram num processo de profundo restabelecimento da economia se tornando verdadeiros hubs de inovação e, para isso, muitos criaram o Startup Visa, um visto que facilita a ida desses estrangeiros para os países europeus.

Além disso, a equipe do LAIOB participou de outros painéis sobre: o futuro do trabalho, Inteligência Artificial, Capitalismo Consciente, Empreendedorismo de alto impacto, entre outros. “Acho que a mensagem principal é entendermos que inovação não é mais uma opção, mas sim um caminho (muito bom) sem volta e, com isso, temos um grande impacto em todas as áreas da sociedade e nas etapas da vida de uma pessoa. Dois dados mostram muito bem isso: o primeiro é que um terço das funções de emprego que existem hoje vão sumir nos próximo anos e serão criadas mais de 800 milhões de novas funções. Já o segundo, 52,4% das maiores empresas do mundo pela Forbes possuem algum tipo de relação com startups ”, conclui Marcello Danelli.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *