LAIOB promove encontro com fundador do BREX, o mais novo unicórnio do Vale do Silício.

 

Em agosto desse ano, LAIOB levou um grupo de executivos brasileiros para conhecerem o ecossistema do Vale do Silíco e entre alguns palestrantes estava o Henrique Dubugras, empreendedor de 22 anos, co-fundador e CEO da Brex, a primeira empresa de cartão de crédito corporativo para startups.

Ele fundou e escalou sua primeira empresa, a Pagar.me, um processador brasileiro de pagamentos semelhante ao Stripe, e vendeu em 2016 antes de se mudar para os EUA para fundar a Brex em 2017. Henrique passou seus primeiros meses no Vale do Silício navegando pelo ecossistema com importantes figuras em tecnologia – alguns dos quais são investidores na Brex hoje. Ele levantou mais de US$ 170 milhões em três rodadas de investimento em menos de dois anos e, nessa semana, a startup Brex ultrapassa o valor de US$ 1 bilhão, se tornando o mais novo unicórnio do Vale do Silício.

Palestra Henrique Dubugras, Co-Founder & CEO BREX, durante a Missão Vale do Silício LAIOB + IBGC.

Atualmente, o público alvo do cartão de crédito de pessoa jurídica são startups dos Estados Unidos e  o seu diferencial é a agilidade. Segundo os fundadores, a BREX libera uma versão digital do cartão em até cinco minutos após o cadastro, e uma versão física em até cinco dias.

 

Os fundadores tiveram a ideia de criar a Brex quando estavam cursando Ciência da Computação em Stanford e perceberam que seus colegas empreendedores tinham muitas dificuldades para conseguir crédito para tirar uma ideia do papel. “Desistimos de Stanford e fomos empreender”, diz Dubugras.

 

Segundo especialistas de inovação, o sucesso rápido da empresa se deu pela combinação de três fatores: a experiência com a Pagar.me, investidores grandes desde o começo e um produto diferenciado.

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *